5 DICAS PARA ADMINISTRAR BEM O SEU DINHEIRO NO INTERCÂMBIO

5 dicas para administrar bem o seu dinheiro no intercâmbio

Está se preparando para fazer uma viagem de estudos de outro idioma no exterior? Então é preciso cuidar de seu orçamento para não gastar mais do que deve durante essa experiência inesquecível. Algumas dicas bem práticas podem te ajudar na hora de curtir o intercâmbio sem abrir mão de uma administração consciente. Veja abaixo como economizar durante sua viagem internacional:

1 - Planilha de gastos pessoais ou aplicativo de controle financeiro

Com a disponibilidade de aplicativos que ajudam na hora de cuidar dos gastos, não existe mais desculpa para não controlar suas despesas com ajuda de uma planilha. Muitas pessoas têm resistência em fazer esse tipo de controle financeiro, mas é bem fácil e prático. Não é preciso ter medo. Se você não gosta de lidar com números, esses programas de finanças pessoais podem já fazer toda a contabilidade.

Se você tiver todos os seus gastos anotados, ficará mais fácil de visualizar se está gastando muito ou se comete erros financeiros. Por exemplo, se está fazendo muito uso de táxis para se locomover na cidade, esse costume ficará mais visível na sua planilha. Assim, você conseguirá observar onde é preciso economizar. 

Caso não goste de planilhas, tudo bem. Leve um caderno e anote todos as despesas no papel. Isso também pode te ajudar a observar onde está colocando seu dinheiro. Com esse controle, ficará bem mais fácil para você administrar suas finanças.

2 - Pague tudo o que puder antes de viajar

É possível prever alguns gastos e optar por pagá-los com antecedência para não ter preocupações com dívidas desnecessárias, ou de alto custo durante a viagem. Essa ideia pode ser aplicada como estratégia ao comprar as passagens e alguns itens básicos necessários para passar os primeiros dias no seu destino internacional, por exemplo. Porém, há alguns custos, como o pagamento do curso de idioma à escola em que irá estudar, que pode ser obrigatória a quitação até o dia do embarque. 

Agências de intercâmbio costumam oferecer pacotes incluindo não somente o custo cobrado pela escola de idiomas do exterior, mas também seguro-viagem e acomodações. Sendo assim, é comum que a contratada estabeleça para a compra do programa a condição de quitá-lo até a data da viagem - o motivo é que, caso o estudante optasse por concluir o pagamento durante o decorrer do intercâmbio ou após retornar ao Brasil, correria-se o risco de arcar com uma quantia maior que a combinada inicialmente, já que os valores, por serem internacionais, estão sujeitos à flutuação do câmbio turismo.

Ainda assim, o intercambista pode escolher a melhor época para iniciar o pagamento do programa, contanto que tenha condições de liquidar o programa contratado com a agência, além de estar com financiamento aprovado ou com o valor total do intercâmbio quitado até o dia de partida.

Além disso, a agência poderá ajudar na escolha do destino conforme o custo de vida de cada país: se você ainda tem dúvidas de qual melhor local para estudar inglês ou outro idioma, profissionais especializados nesse tipo de viagem são capazes de orientar sobre quais países você poderá gastar menos durante sua permanência no exterior, de acordo com o estilo de vida e moeda local. Lembre-se também que as despesas com passagens aéreas são variáveis de acordo com a distância, portanto, destinos mais longes poderão ter maior custo de vôo.

3 - Planeje as despesas básicas

Analise o quanto vai gastar, em média, durante cada semana do seu intercâmbio. Existem gastos inesperados, mas já leve o dinheiro estimado para cada uma das necessidades básicas. Se achar melhor, separe por categorias. Por exemplo, quanto pretende gastar com alimentação? E com passeios e presentes para os parentes que ficaram no Brasil?

Com um orçamento, ficará mais fácil de controlar gastos desnecessários. O indicado é que você faça isso antes de embarcar para seu destino. A sua agência de intercâmbio pode te ajudar nessa missão, fazendo um planejamento que esteja dentro do seu orçamento e necessidades conforme o custo de vida no país destino.

Teste de nível de inglês

4 - Programas caseiros e passeios gratuitos

Quando chegar no país de destino, dê prioridade aos programas caseiros ou que sejam de graça. Programe-se para fazer as refeições em casa, por exemplo, na maior parte dos dias. Ou chame seus novos amigos para assistirem um filme onde você estiver se hospedando. Isso irá ajudar muito nas suas economias. 

Além disso, dependendo da cultural local, as pessoas podem ter o costume de frequentar parques e praças no exterior. Esse tipo de passeio é gratuito e muito divertido para fazer com os amigos estrangeiros que conhecer durante a viagem. Em outros países, existem passeios culturais com entrada livre em determinados dias ou horários da semana. Por isso, faça uma pesquisa antecipada dos museus, eventos e exposições que não cobram a visitação.

5 - Cuidado com o cartão de crédito

Preste atenção quando for usar o seu cartão de crédito. Há o ponto positivo de ser muito prático e não ocupar espaço na sua carteira. Porém, o cartão pode dificultar na real noção do quanto está sendo gasto. Se você levar dinheiro em espécie ou sacar conforme forem passando os dias, irá perceber de forma mais concreta os seus gastos. Além disso, é preciso estar atento na conversão do dinheiro local para a moeda brasileira. Se você não converter, terá a impressão de que as coisas são muito mais baratas do que elas realmente são.

Uma alternativa bem melhor e de maior economia, se comparada ao cartão de crédito, é monitorar as variações da moeda meses antes da viagem e comprar tanto dinheiro em espécie quanto por meio de cartão quando houver queda no valor do câmbio. Outra alternativa é usar os cartões recarregáveis oferecidos pelas agências de intercâmbio. É possível aplicar no cartão, aqui mesmo no Brasil, a quantia de preferência da moeda em questão antes de viajar e, depois, utilizar o cartão no modo débito. Normalmente, é possível acompanhar o saldo disponível através de um aplicativo da operadora, ajudando no controle financeiro.

Conclusão

Viajar é muito bom, mas é preciso tomar alguns cuidados para não gastar mais do que deve e terminar sua experiência internacional com dívidas. Essas dicas de economia vão te ajudar a manter o controle das finanças enquanto estiver vivendo no exterior. Além dessas orientações, você conhece mais alguma para compartilhar com os leitores do blog? Deixe sua sugestão nos comentários! E lembre-se: a Wizard te ajuda a melhorar o idioma antes de viajar: matricule-se já nos cursos de idiomas da Wizard para garantir uma comunicação mais segura durante seu intercâmbio.

Confira também

#POSTS MAIS LIDOS

#

TABELA DE VERBOS IRREGULARES EM INGLÊS

CONFIRA A TABELA DE VERBOS IRREGULARES DO INGLÊS MAIS USADOS AO FALAR O PASSADO DESSES VERBOS QUE NÃO SEGUEM UMA REGRA.

#

APELIDOS CARINHOSOS EM INGLÊS

VOCÊ SABE O QUE SIGNIFICA “MY BOO”? CONFIRA ESSE E OUTROS TERMOS EM NOSSA LISTA!

#

DIAS DA SEMANA EM INGLÊS

OS DIAS DA SEMANA EM INGLÊS TÊM ALGUMAS CURIOSIDADES QUE VALE A PENA CONHECER, VAMOS APROFUNDAR UM POUCO?

#

AS FRASES EM INGLÊS MAIS USADAS NO NOSSO COTIDIANO

QUER ALGUMAS IDEIAS DE FRASES PARA TREINAR O INGLÊS EM CASA? CONFIRA O NOSSO POST!

#
# ver mais posts >

E-books Wizard

Dicas de conversas telefônicas em inglês

FALTA POUCO! COMPLETE AQUI SEU CADASTRO E BAIXE GRÁTIS SEU EBOOK EXCLUSIVO DA WIZARD.

UNIDADE SELECIONADA SÃO JOÃO DA BOA VISTA

TROCAR UNIDADE

Unidade mais próxima de você

CURSOS RELACIONADOS

#

CURSO DE INGLÊS

#

CURSO DE FRANCÊS

#

CURSO DE ESPANHOL

DIGITE SEU E-MAIL E GANHE 4 AULAS!