• Contraste
  • Texto

Por Redação Wizard
28 de agosto de 2018

Ser fluente no inglês amplia consideravelmente as suas possibilidades de viagens, oferecendo uma série de novos destinos a se conhecer. Superando apenas os países que adotam o idioma como oficial, nós podemos ir além e trazer a seguinte questão: é possível viajar para qualquer lugar falando apenas o inglês? Para responder à pergunta de maneira […]

Ser fluente no inglês amplia consideravelmente as suas possibilidades de viagens, oferecendo uma série de novos destinos a se conhecer. Superando apenas os países que adotam o idioma como oficial, nós podemos ir além e trazer a seguinte questão: é possível viajar para qualquer lugar falando apenas o inglês?

Para responder à pergunta de maneira completa, nós preparamos uma análise baseada em alguns pontos, que serão explicados nos itens a seguir.

Países com o inglês como idioma oficial

Estátua da Liberdade com Nova York ao fundo

O inglês é um dos idiomas oficiais em cerca de 52 países pelo mundo. Há representantes em quase todos os continentes: África do Sul e Gana na África, Canadá e Estados Unidos na América, Irlanda e Inglaterra na Europa, Austrália e Nova Zelândia na Oceania, Filipinas e Índia na Ásia, entre outros. Assim, já é possível pensar em diversos destinos onde você não terá problema algum para se comunicar, já que a população é falante nativa da língua inglesa.

Países com o inglês como segunda língua

Moinhos de vento em campo com flores coloridas

Há uma série de outros lugares onde, por mais que o inglês não esteja posto como idioma oficial, o índice de proficiência da população é bem alto. É o caso da Holanda, da Dinamarca e da Suécia, na Europa.  Em países como esses, a maioria dos estabelecimentos e até mesmo órgãos do governo prestam atendimento na língua inglesa. Além disso, você também não terá grandes dificuldades para encontrar alguém na rua com quem consiga se comunicar tranquilamente.  

O inglês como língua mundial

Cabine de avião comercial

Podemos dizer que a língua inglesa é considerada universal, visto que o padrão nas empresas, no comércio, na comunicação e nas relações internacionais é a utilização do idioma para estabelecer o diálogo entre pessoas de nações diferentes.

Isso é algo institucionalizado e se estende para diversos âmbitos das relações humanas. Com o turismo não é diferente: o mercado de viagens possui toda uma estrutura organizada para se basear no inglês como idioma de conexão e negócios, algo que se torna perceptível em vários locais.

Companhias aéreas

A maioria das companhias aéreas oferece atendimento em inglês, desde a compra das passagens, passando pelos guichês, chegando até os assistentes de voo. Em muitas delas, caso não haja ninguém que fale o idioma (o que é muito difícil) você ainda pode requisitar um tradutor. As chances de não conseguir agendar sua viagem e entrar no avião por falta de comunicação são bem remotas.

Hotéis e restaurantes

Em cidades turísticas, hotéis e restaurantes já tendem a contratar funcionários que falam e entendem inglês. Em outros locais, pode haver lugares em que as pessoas não falem o idioma. Por isso, o indicado é seguir as orientações dos guias e optar por comer em locais onde eles sabem que você não terá problemas para se comunicar.  

Pontos turísticos

A orientação geral é para que os museus, monumentos históricos e outros locais amplamente visitados disponham de funcionários que falem inglês. Além disso, os próprios guias disponibilizados pelos hotéis e agências de turismo podem se encarregar da função de te acompanhar pela cidade.

Utilizando a internet

Homem segurando celular com mapa na mão

Além do atendimento de todo o aparato turístico, você ainda pode utilizar a internet para se guiar dentro das cidades. Você pode comprar um chip de smartphone com pacote de dados para alguns dias. Os mapas on-line são gratuitos e podem ser de grande ajuda para se informar sobre pontos turísticos, se situar nas ruas, encontrar rotas para os lugares e até mesmo saber quais linhas de transporte público te levam para os locais.

Conclusão

Ao analisar todos os pontos apresentados, podemos concluir que é perfeitamente possível viajar pelo mundo tendo o inglês como segundo idioma. Em primeiro lugar, a grande oferta de países proficientes no idioma amplia a possibilidade de destinos. Além disso, todo o aparato turístico traz a língua inglesa como o padrão responsável para estabelecer o diálogo. As únicas exceções podem acontecer em pontos bem remotos, longe do amparo da estrutura turística ou da cobertura de sinal de telefone.

Ao aprender a falar inglês, você terá as portas do mundo abertas, conseguindo se deslocar para diversos lugares do planeta. E para chegar lá, precisa estudar bastante e praticar o idioma! Confira a dica que separamos para te ajudar:

Como montar frases em inglês

Seja bilíngue!

A Wizard é comprometida com seu aprendizado e quer ver você vencer. Então aproveite para começar um curso que fará toda a diferença! Clique aqui e faça parte dessa experiência!

Tags:

 

O que achou da postagem?

0 Comentários

(*)Campos obrigatórios

0 Comentários

Mulher oriental e frase sobre experimentar as aulas de inglês da Wizard com 4 aulas grátis

Cadastre-se e ganhe 4 AULAS GRÁTIS de inglês ou outro idioma!

(*)Campos obrigatórios

Mais artigos do Blog Wizard

Carreira

Como otimizar seu tempo durante o trabalho

27 de maio de 2020

Para conseguir otimizar seu tempo e manter a produtividade durante o dia, veja como evitar as distrações no trabalho e melhorar o foco!

Duas mulheres trocando conhecimentos sobre o mercado de franquias

Franquias

Know-how em franquias: o que é e como avaliar?

26 de maio de 2020

Homem estudando inglês com seu computador em uma mesa

Idiomas

Linking words: como usar os conectivos em inglês?

25 de maio de 2020

Ao acessar nosso site, você concorda com a nossa utilização de cookies. Saiba mais em: https://www.wizard.com.br/politica-de-privacidade/