• Contraste
  • Texto

Por Redação Wizard
28 de agosto de 2018

Ser fluente no inglês amplia consideravelmente as suas possibilidades de viagens, oferecendo uma série de novos destinos a se conhecer. Superando apenas os países que adotam o idioma como oficial, nós podemos ir além e trazer a seguinte questão: é possível viajar para qualquer lugar falando apenas o inglês? Para responder à pergunta de maneira […]

Ser fluente no inglês amplia consideravelmente as suas possibilidades de viagens, oferecendo uma série de novos destinos a se conhecer. Superando apenas os países que adotam o idioma como oficial, nós podemos ir além e trazer a seguinte questão: é possível viajar para qualquer lugar falando apenas o inglês?

Para responder à pergunta de maneira completa, nós preparamos uma análise baseada em alguns pontos, que serão explicados nos itens a seguir.

Países com o inglês como idioma oficial

Estátua da Liberdade com Nova York ao fundo

O inglês é um dos idiomas oficiais em cerca de 52 países pelo mundo. Há representantes em quase todos os continentes: África do Sul e Gana na África, Canadá e Estados Unidos na América, Irlanda e Inglaterra na Europa, Austrália e Nova Zelândia na Oceania, Filipinas e Índia na Ásia, entre outros. Assim, já é possível pensar em diversos destinos onde você não terá problema algum para se comunicar, já que a população é falante nativa da língua inglesa.

Países com o inglês como segunda língua

Moinhos de vento em campo com flores coloridas

Há uma série de outros lugares onde, por mais que o inglês não esteja posto como idioma oficial, o índice de proficiência da população é bem alto. É o caso da Holanda, da Dinamarca e da Suécia, na Europa.  Em países como esses, a maioria dos estabelecimentos e até mesmo órgãos do governo prestam atendimento na língua inglesa. Além disso, você também não terá grandes dificuldades para encontrar alguém na rua com quem consiga se comunicar tranquilamente.  

O inglês como língua mundial

Cabine de avião comercial

Podemos dizer que a língua inglesa é considerada universal, visto que o padrão nas empresas, no comércio, na comunicação e nas relações internacionais é a utilização do idioma para estabelecer o diálogo entre pessoas de nações diferentes.

Isso é algo institucionalizado e se estende para diversos âmbitos das relações humanas. Com o turismo não é diferente: o mercado de viagens possui toda uma estrutura organizada para se basear no inglês como idioma de conexão e negócios, algo que se torna perceptível em vários locais.

Companhias aéreas

A maioria das companhias aéreas oferece atendimento em inglês, desde a compra das passagens, passando pelos guichês, chegando até os assistentes de voo. Em muitas delas, caso não haja ninguém que fale o idioma (o que é muito difícil) você ainda pode requisitar um tradutor. As chances de não conseguir agendar sua viagem e entrar no avião por falta de comunicação são bem remotas.

Hotéis e restaurantes

Em cidades turísticas, hotéis e restaurantes já tendem a contratar funcionários que falam e entendem inglês. Em outros locais, pode haver lugares em que as pessoas não falem o idioma. Por isso, o indicado é seguir as orientações dos guias e optar por comer em locais onde eles sabem que você não terá problemas para se comunicar.  

Pontos turísticos

A orientação geral é para que os museus, monumentos históricos e outros locais amplamente visitados disponham de funcionários que falem inglês. Além disso, os próprios guias disponibilizados pelos hotéis e agências de turismo podem se encarregar da função de te acompanhar pela cidade.

Utilizando a internet

Homem segurando celular com mapa na mão

Além do atendimento de todo o aparato turístico, você ainda pode utilizar a internet para se guiar dentro das cidades. Você pode comprar um chip de smartphone com pacote de dados para alguns dias. Os mapas on-line são gratuitos e podem ser de grande ajuda para se informar sobre pontos turísticos, se situar nas ruas, encontrar rotas para os lugares e até mesmo saber quais linhas de transporte público te levam para os locais.

Conclusão

Ao analisar todos os pontos apresentados, podemos concluir que é perfeitamente possível viajar pelo mundo tendo o inglês como segundo idioma. Em primeiro lugar, a grande oferta de países proficientes no idioma amplia a possibilidade de destinos. Além disso, todo o aparato turístico traz a língua inglesa como o padrão responsável para estabelecer o diálogo. As únicas exceções podem acontecer em pontos bem remotos, longe do amparo da estrutura turística ou da cobertura de sinal de telefone.

Ao aprender a falar inglês, você terá as portas do mundo abertas, conseguindo se deslocar para diversos lugares do planeta. E para chegar lá, precisa estudar bastante e praticar o idioma! Confira a dica que separamos para te ajudar:

Como montar frases em inglês

Seja bilíngue!

A Wizard é comprometida com seu aprendizado e quer ver você vencer. Então aproveite para começar um curso que fará toda a diferença! Clique aqui e faça parte dessa experiência!

Este artigo foi útil para você?

Tags:

O que achou da postagem?

0 Comentários

0 Comentários

Leia todos os nossos artigos

desenho de bonecos segurando moedas e dinheiros

Franquias

Como aumentar a lucratividade do meu negócio?

04 de fevereiro de 2020

Aumentar a lucratividade pode não ser uma tarefa fácil para empreendedores. Quer saber como obter mais lucros com a sua empresa? Apresentamos sete caminhos.

imagem de um boneco homem e uma mulher conversando sobre franquias

Franquias

Investir em franquias de sucesso: o que saber para começar

30 de janeiro de 2020

Franquias

Setor de franquias em crescimento

28 de janeiro de 2020

Este site utiliza cookies. Os cookies nos permitem entender como os visitantes navegam no nosso site, para que possamos melhorá-lo e oferecer a melhor experiência possível. Ao acessar nosso site, você concorda com a nossa utilização de cookies.

Planos para 2020?

Chega de adiar seu inglês!

VOCÊ GANHOU 4 aulas de inglês GRÁTIS para conhecer a metodologia Wizard: