• Contraste
  • Texto
mulher japonesa olhando no computador sobre o método 5S

Por Redação Wizard
18 de novembro de 2019

Quer melhorar sua produtividade no trabalho? Ser um (a) profissional mais qualificado? Alavancar sua carreira? Então conheça o método japonês 5S!

Todos sabem que o inglês é um idioma universal. Reflexo disso é o fato de termos, teorias e metodologias dessa língua terem se tornado tão comuns e incorporados à cultura de diversos países do mundo. Porém, ainda que não seja na mesma magnitude, não é só com o inglês que isso acontece. 

O método 5S, por exemplo, é um método japonês utilizado para implementar qualidade total no ambiente de trabalho e tornou-se muito popular no cenário global. Isso porque, as empresas acabaram aderindo a essa técnica para melhorar a produtividade e os resultados finais do dia a dia profissional.

Para saber mais sobre esse assunto e alavancar sua carreira, continue lendo o artigo. 😉

O que é o método 5S?

O método foi criado no Japão e implantado nas empresas japonesas a partir do fim da Segunda Guerra Mundial. Essa metodologia 5S visa implementar 100% de qualidade no ambiente de trabalho.

O método recebe esse nome por ser dividido em 5 etapas cujos nomes iniciam-se com a letra “s”. Veja abaixo cada uma delas:

  1. Seiri, que significa senso de utilização;
  1. Seiton, que significa senso de ordenação;
  1. Seiso, que pode ser traduzida como senso de limpeza;
  1. Seiketsu, que pode ser traduzida como senso de manutenção;
  1. E Shitsuke, que significa senso de disciplina.

No mercado de trabalho, como já destacamos, essa técnica é aplicada com o objetivo de motivar funcionários a atingirem o máximo da qualidade durante o ofício. Por meio de organização e disciplina.

Como funciona cada etapa do método 5S?

Veja abaixo como funciona em detalhes o método 5 S.

Seiri – Senso de utilização

Essa primeira etapa propõe que o útil seja separado do inútil. Em outras palavras, a Seiri ensina que manter itens, ferramentas e estruturas desnecessárias eleva custos de controle e estimula o desperdício. Esses pontos, por sua vez, atrapalham a dinâmica de operações das empresas.

Seiton – Senso de ordenação

O conceito da etapa Seiton prega que a organização torna mais fácil a localização de ferramentas úteis para a execução de uma tarefa comum da rotina de trabalho.

Entre os benefícios dessa etapa, estão, economia de tempo para encontrar o que é necessário e diminuição de atrasos ou imprevistos. Além de deixar o ambiente de trabalho mais arrumado e agradável.

Seiso – Senso de limpeza

Essa etapa, diferente das duas primeiras, preza pela limpeza do local de trabalho e dos equipamentos utilizados diariamente. Além de também exigir atenção quanto à quantidade de lixo gerada no dia a dia.

Entre os pontos positivos de aplicar a Seiso, estão: menos incidentes de trabalho e promoção de um maior bem-estar dos funcionários.

Seiketsu – Senso de manutenção

O senso de manutenção incentivado pela Seiso visa a preservação das condições físicas e mentais para que um bom trabalho seja realizado.

Exemplos dessas condições são aspectos como higiene (pessoal e do ambiente) e eliminação de coisas que podem oferecer risco aos trabalhadores e à atividade que exercem. Desde ações que podem distraí-los até tarefas em locais perigosos ou mal sinalizados.

Shitsuke – Senso de disciplina

A Shitsuke, quinta e última etapa da metodologia japonesa 5S, preza pela padronização e pelo foco como premissas básicas para alcançar a qualidade no trabalho.

Nessa parte da aplicação do método, acredita-se que boas ações precisam se transformar em hábitos e, a partir disso, caminhar para uma padronização. Ou seja, deve ocorrer uma manifestação automática da qualidade nas atividades de um funcionário.

Conclusão

Conhecer maneiras de tornar o próprio trabalho mais produtivo é vantajoso não só para o funcionário, mas também para a empresa. Esse método japonês, por exemplo, é uma grande oportunidade para quem quer ser um profissional mais qualificado e capacitado no ambiente de trabalho. Inclusive, veja outras dicas de como fazer para se destacar no mercado de trabalho.

Outro ponto, que é extremamente importante, para se desenvolver profissionalmente, é a fluência em um outro idioma. Então, não deixe de conferir os 8 cursos oferecidos em mais de 1.200 escolas Wizard espalhadas por todo Brasil.

Conheça também os diferenciais da metodologia Wizard e não deixe de aproveitar as 4 aulas grátis que escola oferece. Comece, o quanto antes, sua preparação para o mercado de trabalho.

Este artigo foi útil para você?

Tags:

carreira

O que achou da postagem?

0 Comentários

0 Comentários

Leia todos os nossos artigos

imagem com um mundo e escrito hiperpoliglotismo

Carreira

Hiperpoliglotismo: tudo sobre a habilidade de falar muitos idiomas

29 de novembro de 2019

Existem pessoas que chegam a falar mais de 20 idiomas. Quer saber o que elas fazem? Então, confira mais sobre os hiperpoliglotas!

menino com blusa azul e mochila

Carreira

Intern e Trainee: entenda a diferença para entrar no mercado de trabalho

25 de novembro de 2019

mulher com notebook estudando business english

Carreira

Business English: termos em inglês para profissionais de R.H

22 de novembro de 2019

Este site utiliza cookies. Os cookies nos permitem entender como os visitantes navegam no nosso site, para que possamos melhorá-lo e oferecer a melhor experiência possível. Ao acessar nosso site, você concorda com a nossa utilização de cookies.

Planos para 2020?

Chega de adiar seu inglês!

VOCÊ GANHOU 4 aulas de inglês GRÁTIS para conhecer a metodologia Wizard: