• Contraste
  • Texto
Jamaica

Por Redação Wizard
11 de julho de 2022

Conheça algumas curiosidades sobre a cultura e o inglês falado na Jamaica.

Que a Jamaica fala inglês, talvez nem seja uma novidade para você! No entanto, você sabia que o sotaque, a escrita e até mesmo o vocabulário de lá é tão particular, que um americano, por exemplo, teria dificuldade de entender certas coisas?  

Pois bem! Para conhecer um pouco mais sobre este incrível país caribenho, sua cultura e, claro, algumas das principais curiosidades de seu inglês, nós preparamos este post repleto de dicas e informações legais sobre a Jamaica.  

Vamos conferir? Então, puxa a cadeira e let’s start!  

Afinal, na Jamaica se fala inglês?  

Sim! Oficialmente, o idioma da Jamaica é o inglês, tendo em vista que o país foi uma das colônias da Inglaterra no passado e acabou herdando parte de sua cultura, o que inclui, evidentemente, o idioma.  

Porém, como a Jamaica também recebeu inúmeros escravizados ao longo de sua história e de diferentes origens, foi mais que natural que o seu inglês ganhasse também novas formas, gírias e até palavras que nenhum outro país de mesma origem desenvolveu.  

Hoje, além do inglês, o chamado patois jamaicano é amplamente falado na ilha, como uma espécie de dialeto próprio e que mistura diferentes influências.  

Um pouquinho sobre a cultura da Jamaica  

Bom, que a Jamaica é conhecida pelo seu maior ídolo de todos os tempos, Bob Marley, disso ninguém duvida mais.  

Porém, ao se aprofundar mais na cultura desse país do Caribe, notamos que a sua riqueza cultural vai muito além do rei do reggae e, inclusive, muita coisa se assemelha ao Brasil.  

Para provar isso, a gente preparou uma pequena lista com curiosidades sobre a cultura do país. Confere aí!  

Cultura Sound System  

Em uma época em que os sinais de rádio não eram os melhores na ilha, a única forma de divulgar a música e os novos artistas do país foi através dos chamados Sound System, ou Sistemas de Som em português.  

Na prática, essa cultura se baseava em festas móveis, com enormes equipamentos de som, que tinham o objetivo de promover os lançamentos musicais e reforçar alguns hits já famosos dos artistas locais.  

Claro que tudo isso se tornou uma febre no país e se estabeleceu como uma marca cultural exclusiva da Jamaica, copiada até os dias de hoje em diferentes países do mundo. Há, inclusive, quem diga que os nossos bailes funk tiveram grande influência desse tipo de festa.  

Rude Boys  

A filosofia paz e amor presente na cultura rastafari é bastante associada pelo mundo à Jamaica, mas antes dela se tornar uma marca do país, outro estilo de vida mais rude teve bastante força por lá.  

Os chamados rude boys, ou garotos rudes, era a moda no final dos anos 1960 na ilha. A propósito, as próprias músicas de reggae da época abordavam temas voltados à realidade social do país, armas e violência.  

Ah! E o visual era bem diferente dos rastafaris! Na verdade, os rude boys prezavam por estar sempre “na beca”, com sapatos lustrados, smoking e o tradicional chapéu pork pie.  

Ska e Rocksteady  

Inevitavelmente, quando se fala em música na Jamaica, a primeira ideia que vem à mente é o reggae. Porém, há muitos outros ritmos originários do país, porém menos conhecidos.  

É o caso do Ska, uma mistura de jazz com a música folclórica da ilha, e o Rocksteady, considerado o primórdio direto do reggae, com forte influência do Soul e R&B dos Estados Unidos.  

Curiosidades sobre o inglês da Jamaica  

Depois de conhecer algumas curiosidades sobre a cultura da Jamaica, é hora de um pouco do inglês único falado no país.  

Como bem dito, o chamado patois jamaicano é um dialeto com forte presença no país e, ao longo de todos esses anos, acabou se misturando com o inglês dos colonizadores e criando, literalmente, um novo idioma para a população.  

Para se ter uma ideia da complexidade dessa mistura, um americano ou inglês nativo poderia necessitar de legendas e até de tradutores para compreender um texto jamaicano.  

Confira algumas curiosidades sobre o inglês da Jamaica.  

“Me” no lugar de “my” ou “I”  

Não estranhe se um dia você conversar com um jamaicano e ele trocar o “my” ou “I” pelo “me” no meio da frase.  

Por exemplo, coisas do tipo “Welcome to me house” ou “Give me back me money” podem soar esquisito para qualquer falante do idioma inglês, mas não para um jamaicano.  

Mais curioso ainda é quando se troca o “I” na frase, como “Me have a dog” ao invés de “I have a dog”.  

Evidentemente que isso não é uma regra geral e muito menos um jeito formal de se falar. Mas pode ter certeza que, se um dia estiver pela Jamaica, ninguém vai estranhar se falar assim.  

Inna di  

Outra curiosidade sobre o inglês falado e escrito na Jamaica se refere à forma de dizer “In the”, comumente adaptado para “Inna Di”.  

Sendo assim, diversas músicas e textos jamaicanos costumam usar essa expressão para dizer “em algum lugar”. É o caso de “Inna di yard” ou “Inna di house”.  

Gwan  

Outro termo muito falado na Jamaica que faz parte do patois, mas que tem sua origem no inglês, é “Gwan”. Na verdade, essa expressão pode ser usada tanto para falar “Go Away”, como “What’s going on”.  

Palavras do patois  

Além dessas adaptações do inglês da Jamaica, o patois também conta com palavras e expressões únicas e que nenhum outro país de origem inglesa fala. Se liga só!  

  • Bomboklaat – termo usado para expressar surpresa por alguma coisa;  
  • Bangarang – bagunça, muvuca, baderna;  
  • Bickle – comida;  
  • Bush-out – se vestir;  
  • Touch di road – sair de casa, viajar;  
  • Labrish – fofoca;  
  • Nyam – comer.  

Em resumo, essas são algumas das principais curiosidades sobre a cultura e o inglês falado na Jamaica, essa pequena, porém riquíssima ilha do Caribe que tanto nos encanta com sua energia e ritmo contagiante.  

Curtiu o post? Quer viajar um pouco mais sobre o inglês e curiosidades de outros países? Então, não perca o material incrível que separamos para você sobre a cultura dos Estados Unidos. 

Homem negro, careca, vestindo um blazer escuro, sorrindo e com o logo da Wizard à frente

Este website não coleta dados de menores de 12 anos.

(*)Campos obrigatórios

Mais artigos do Blog Wizard

Cultura

Barbados: a terra natal de Rihanna e onde o inglês é língua oficial

05 de agosto de 2022

Mão inglesa, sanduíche de peixe, críquete e estampa militar mal vista são características de Barbados. Saiba mais!

 

O que achou da postagem?

0 Comentários

Este website não coleta dados de menores de 12 anos.

*Declaro ter mais de 12 anos.

Ao enviar os dados acima, eu concordo em receber e-mails e mensagens através do WhatsApp da Wizard e outras marcas Pearson. Ver política de privacidade.


(*)Campos obrigatórios

0 Comentários

Ao acessar nosso site, você concorda com a nossa utilização de cookies. Saiba mais em: https://www.wizard.com.br/politica-de-privacidade/