• Contraste
  • Texto

Por Redação Wizard
28 de janeiro de 2015

Várias pesquisas sempre confirmaram que aprender outro idioma beneficia o cérebro em qualquer idade, mas um novo estudo sugere que os efeitos são ainda melhores nas crianças. Isso se explica com as melhorias notadas na estrutura da área de massa branca do cérebro, responsável pela aprendizagem de idiomas e pelo processo semântico. O instituto de pesquisas […]

Várias pesquisas sempre confirmaram que aprender outro idioma beneficia o cérebro em qualquer idade, mas um novo estudo sugere que os efeitos são ainda melhores nas crianças. Isso se explica com as melhorias notadas na estrutura da área de massa branca do cérebro, responsável pela aprendizagem de idiomas e pelo processo semântico.

O instituto de pesquisas científicas Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS) mostrou que pessoas que começam a aprender inglês por volta dos 10 anos de idade foram imersas no idioma. Os pesquisadores analisaram o scanner cerebral de 20 indivíduos com aproximadamente 30 anos de idade, que viveram na Grã-Bretanha por ao menos 13 meses quando eram crianças – portanto, começaram a aprender inglês como segunda língua quando tinham cerca de 10 anos de idade. As imagens foram comparadas às de 25 pessoas com a mesma faixa etária que só falam inglês.

“Lidar com mais de uma língua diariamente na infância funciona como uma simulação cognitiva intensa, o que beneficia as estruturas do cérebro relacionadas à linguagem e preserva sua integridade. Assim, protege esse órgão contra a deterioração da idade avançada”, diz o pesquisador Christos Pliatsikas, da faculdade de Psicologia da Universidade de Kent, no Reino Unido.

Os cientistas dizem que é preciso mais pesquisas para saber exatamente como começam essas mudanças no cérebro.

Matricule-se na unidade Wizard mais próxima e melhore o seu cérebro também!

Tags:

Mulher sorrindo olhando para um tablet

Este website não coleta dados de menores de 12 anos.

(*)Campos obrigatórios

Mais artigos do Blog Wizard

Idiomas

Say, speak, talk, tell: entenda a diferença!

27 de maio de 2022

Saiba qual a diferença prática entre os verbos say, speak, talk e tell e confira alguns exemplos de suas aplicações.

 

O que achou da postagem?

0 Comentários

Este website não coleta dados de menores de 12 anos.

*Declaro ter mais de 12 anos.

Ao enviar os dados acima, eu concordo em receber e-mails e mensagens através do WhatsApp da Wizard e outras marcas Pearson. Ver política de privacidade.


(*)Campos obrigatórios

0 Comentários

Ao acessar nosso site, você concorda com a nossa utilização de cookies. Saiba mais em: https://www.wizard.com.br/politica-de-privacidade/