• Contraste
  • Texto

Por Redação Wizard
16 de outubro de 2019

Quem convive com crianças acaba ficando expert quando o assunto é jogos e brincadeiras infantis, pois os pequenos têm muita energia para gastar e poderiam brincar durante um dia inteiro. No entanto, o que muita gente não sabe é que muitas das brincadeiras populares entre os brasileirinhos têm origens surpreendentes. Aproveite, este artigo para conferir […]

Quem convive com crianças acaba ficando expert quando o assunto é jogos e brincadeiras infantis, pois os pequenos têm muita energia para gastar e poderiam brincar durante um dia inteiro. No entanto, o que muita gente não sabe é que muitas das brincadeiras populares entre os brasileirinhos têm origens surpreendentes.

Aproveite, este artigo para conferir em quais países estão as fontes de divertimento responsáveis por criarem tantos passatempos que fizeram e ainda fazem parte da infância de brasileiros. Conheça a história dos jogos infantis para contar aos filhos essa curiosidade divertida!

Amarelinha

Clássica brincadeira entre os pequenos que é tão conhecida que parece brasileira, mas não é. Esse jogo infantil é bem antigo e, por isso, acredita-se que foi inventado por romanos, já que existem gravuras que mostram crianças brincando de amarelinha nos pavilhões de mármore em vias da Roma Antiga. No entanto, as primeiras referências que têm registro confirmado do passatempo são do século 17.

Cabra-cega

Para buscar a origem da cabra-cega, vamos para a Ásia. Em relação a esse passatempo, especula-se que sua criação ocorreu na China, aproximadamente 500 anos antes de Cristo. Além disso, não são só os pequenos que se divertiam com esse jogo: na Era Vitoriana e na Idade Média, a cabra-cega era entretenimento na Casa dos Tudor, dinastia inglesa que reinou entre 1485 e 1603.

Cara ou coroa

Ainda que seja bastante comum usar moeda em cara ou coroa para sortear algo, o jogo também já divertiu (e ainda deve divertir) muitas pessoas na infância. Somando mais uma entre as brincadeiras de origem europeia, o cara ou coroa foi criado na Roma Antiga e era conhecido, em Latim, como "navia aut caput", que significa "cara ou navio". A curiosa expressão faz referência às moedas que tinham o rosto de Janus de um lado, deus da mitologia, e do outro, a imagem de uma embarcação.

Ciranda

A ciranda é mais uma que integra a lista de brincadeiras infantis famosas no Brasil, porém, sua origem é portuguesa e tem inspiração em um baile adulto que acontece no país. Em terras brasileiras, a dança pode se assemelhar ao fandango, baile rural que foi praticado até o meio do século 20 em São Paulo e no interior do Rio de Janeiro.

Jogo da velha

Esse jogo, perfeito para passar o tempo, tem duas possibilidades: a criação romana ou egípcia. Um fato que pode comprovar a primeira hipótese é a existência de linhas cruzadas com "x" e círculos nas lacunas em diversos lugares de Roma, desde o primeiro ano antes de Cristo. Como comprovação da segunda possibilidade, há o estudo da educadora estadunidense Claudia Zaslavsky, que diz que existiam brincadeiras similares ao jogo da velha no Egito Antigo. Crianças ou adultos, quem não gosta de jogo da velha, não é mesmo?

Joquempô

Como esquecer os elementos pedra, papel e tesoura das partidas do famoso joquempô? No caso desse jogo, voltamos para o continente Asiático, aterrissando diretamente na China. Os primeiros registros da brincadeira que já entreteve tantas crianças brasileiras estão no livro "Wuzazu", chinês, escrito entre os anos 206 e 220 antes de Cristo. 

Par ou ímpar

Assim como o cara ou coroa, o jogo par ou ímpar, além de distrair, também é um bom jeito de fazer sorteios e ainda funciona como pré-jogo, decidindo quem começa uma partida por meio de eliminação. Esse passatempo, muito popular na Itália, é mais um que entra para o grupo de brincadeiras criadas na Roma Antiga e é uma variação da "Morra", nome dado pelos romanos ao jogo de par ou ímpar.

Pipa

O que era usado, mil anos antes de Cristo, como forma de sinalização para mandar mensagens entre os campos chineses, logo tornou-se brincadeira infantil. A pipa, que também é conhecida como papagaio, arraia e quadrado, foi, após ter sido criada na China, para o Japão, Índia e, depois, ficou conhecida na Europa. No Brasil, a chegada da brincadeira aconteceu com os portugueses. Soltar pipa ou papagaio é uma ótima opção de diversão ao ar livre entre pais e filhos para os momentos de lazer!

Conclusão

Brincar na infância é fundamental para o desenvolvimento de criatividade, espírito de equipe e extroversão. Além disso, aprender sobre as origens de passatempos agrega conhecimento e torna as brincadeiras populares muito mais interessantes do que já são para os pequenos.

Na Wizard, a forma de ensinar idiomas leva em consideração a fase de formação das crianças e investe em iniciativas como o Wizkids Day, que torna os estudos em sala de aula muito mais divertidos, com atividades diferentes, como o Cookings Class, para aprender inglês cozinhando. Confira os cursos de inglês para crianças e visite a Wizard mais próxima de você!

Qual sua brincadeira da infância preferida? Conte pra gente nos comentários!

Confira + dicas de inglês para crianças:

Tags:

Homem sorrindo e apontando para promoção 2021 entre o logo da wizard

Cadastre-se e ganhe 2 AULAS GRÁTIS de inglês ou outro idioma!

Este website não coleta dados de menores de 12 anos.

Ao enviar os dados acima, eu concordo em receber e-mails e mensagens através do WhatsApp da Wizard e outras marcas Pearson. Ver política de privacidade.

(*)Campos obrigatórios

Mais artigos do Blog Wizard

Wizkids

Vem brincar de circo e aprender inglês

21 de julho de 2021

Aprender inglês com a Turminha do Wizkids é muito divertido.

 

O que achou da postagem?

3 Comentários

Este website não coleta dados de menores de 12 anos.

*Declaro ter mais de 12 anos.

Ao enviar os dados acima, eu concordo em receber e-mails e mensagens através do WhatsApp da Wizard e outras marcas Pearson. Ver política de privacidade.


(*)Campos obrigatórios

3 Comentários

  1. Laura:
    19 de maio de 2020 às 08:47

    Gostei bastante dessa explicação

  2. Karielly:
    12 de maio de 2020 às 20:31

    Achei legal muita coisa eu n sabia

  3. Maria Eduarda Ribeiro Silva:
    12 de maio de 2020 às 10:03

    Gostei muito e achei interessante eu não sabia de alguma coisas

Ao acessar nosso site, você concorda com a nossa utilização de cookies. Saiba mais em: https://www.wizard.com.br/politica-de-privacidade/