• Contraste
  • Texto
O aluno Moisés Batista à frente de um barco em uma praia da Tailândia

Por Redação Wizard
14 de fevereiro de 2022

Você já se perguntou como se dá a comunicação na Tailândia? Um dos países que mais atraí turistas no mundo por suas paisagens belíssimas é tema do post de hoje.

O nosso aluno Moisés Batista que estuda na Wizard Ipatinga, MG, passou 25 dias na Tailândia e vai nos contar como é viajar por este país encantador e as dificuldades encontradas na comunicação bem como as facilidades. Pois, como sabemos, a comunicação é muito importante em viagens. Vamos ao relato do viajante. Aproveite e já visite o blog do Moisés!

Sempre gostei muito de viajar e em uma viagem pelo Chile em 2015 um viajante começou a me contar como é viajar pela Tailândia. Ele disse que o país é totalmente diferente de tudo que nós brasileiros já vimos. Os costumes e a cultura milenar pouco alteradas daquele povo, praias lindas bem como o baixo valor gasto por dia me empolgaram. Pasmem vocês que é possível “mochilar” pela Tailândia gastando apenas U$ 25 por dia. 

A respeito do idioma, ao pesquisar na internet, vi que muitas pessoas falam inglês por lá. E o idioma não seria problema, o que não veio a não ser verdade. Diante disso tudo, programei minha viagem. E não esperava ter problemas tendo em vista que com apenas 4 meses de W2, o primeiro nível da WIzard, já havia viajado para Europa e me virado bem. 

Ao chegar no aeroporto da Tailândia, passando pela imigração, vi alguma dificuldade dos funcionários ao conversar comigo. E isso trazia dificuldade para mim também. No entanto, eles têm algo muito melhor que a comunicação verbal, que é o sorriso e a simpatia. Então passei pela imigração e fiquei na capital sem maiores problemas com o idioma. No entanto, eu sempre acreditava que os locais tinham alguma dificuldade em se comunicar comigo. 

Ao visitar as praias do sul do país como a maravilhosa Koh Phi Phi, bem como outras de Krabi, também não tive maiores problemas. Já quando fui visitar o Norte, as coisas mudaram completamente. 

O problema do Norte da Tailândia é que as pessoas têm menos costumes com turistas, menos estudos em relação ao tratamento com eles, e muita dificuldade para conversar em inglês com turistas. A vantagem é que você encontra muitos sorrisos e simpatia na capital e no sul. No norte do país é simpatia pura também, não dá vontade de ir embora, como acontece em Pai na Tailândia, por exemplo.  E o melhor é que eles reconhecem a dificuldade e tem paciência ao esperar você digitar no Google Tradutor para facilitar. Enfim, eu diria que isso é uma mistura de simpatia como adaptação para ganhar a vida e o pão de cada dia. Mas já é ótimo. 

Por que os tailandeses têm dificuldade em conversar com brasileiros? 

Explicar isso a fundo exige muita compreensão da história das línguas. Porém, há um consenso entre especialistas que já houve uma língua-mãe também chamada proto-indo-europeu que deu origem ao latim e, posteriormente, aos idiomas português, francês, italiano e espanhol. O inglês não derivou do latim, porém sofreu influência dele. Por isso é bem comum palavras bem semelhantes nos dois idiomas. 

Moisés Batista visita a Tailândia.

Já no que diz respeito ao tailandês ou siamês, como também é conhecida a língua, tem outra origem bem diferente. Este idioma faz parte do grupo Kra-dai, que teve sua origem no Sul da China e se dividiu no idioma tailandês e diversos outros falados no Leste da Ásia. 

Essa diferença de origens é um fato que dificulta demais os tailandeses a falarem o inglês. Tendo em vista a grande diferença na escrita bem como no tom das palavras propriamente ditas. Ou seja, é muito mais fácil para nós, brasileiros, aprender inglês devido à origem em comum do idioma, que um tailandês. Soma-se a isso a dificuldade em aprender um idioma, os valores cobrados que nem sempre são baratos. Tudo isso dificulta um pouco para que um tailandês possa falar inglês. 

O idioma é um problema ao visitar a Tailândia? 

Não, definitivamente não. Quando cheguei ao norte do país, até pensei que meu inglês estava ruim. Porém, lembrei da minha viagem à Europa, quando eu menos sabia, e tive a certeza de que o idioma era uma dificuldade local, principalmente no norte da Tailândia. E quando eu conversava com europeus e americanos a conversa fluía muito melhor. 

A dificuldade dos tailandeses não é um motivo para deixar de visitar o país, tendo em vista que são muito simpáticos, reconhecem que têm dificuldade em falar o idioma e ainda tem paciência para ver no Google Tradutor quando for o caso. 

O que eu aconselho para cada pessoa é estudar o máximo, como eu fiz na Wizard Ipatinga. E quando você estiver mais confiante, se aventurar por este país. Mesmo sabendo que eventualmente terá que digitar algo no Google para ajudar os locais. Inclusive no meu canal do Youtube eu postei diversos vídeos sobre as minhas viagens. 

Gostou do conteúdo e quer aprender mais de inglês para viagens? Baixe nosso e-book Guia Completo de Inglês para Viagens preenchendo o formulário abaixo: 

Mulher sorrindo olhando para um tablet

Este website não coleta dados de menores de 12 anos.

(*)Campos obrigatórios

Mais artigos do Blog Wizard

Cultura

7 personagens clássicos da literatura inglesa

02 de maio de 2022

Conheça alguns dos principais personagens da literatura inglesa e suas curiosidades e histórias.

Cultura

8 games para aprender inglês jogando

29 de abril de 2022

 

O que achou da postagem?

0 Comentários

Este website não coleta dados de menores de 12 anos.

*Declaro ter mais de 12 anos.

Ao enviar os dados acima, eu concordo em receber e-mails e mensagens através do WhatsApp da Wizard e outras marcas Pearson. Ver política de privacidade.


(*)Campos obrigatórios

0 Comentários

Ao acessar nosso site, você concorda com a nossa utilização de cookies. Saiba mais em: https://www.wizard.com.br/politica-de-privacidade/