• Contraste
  • Texto
professora auda aluna criança a fazer uma tarefa na sala de aula

Por Redação Wizard
19 de janeiro de 2022

Buscar formas de elevar a retenção de alunos é fundamental para garantir os melhores resultados para sua franquia. Saiba mais sobre como fazer isso!

A retenção de alunos torna-se um desafio cada vez maior. Afinal, hoje há diversos estímulos, opções educacionais e necessidades de investimentos que acabam competindo pelo interesse dos públicos.

Ainda, com a disseminação de diversos conteúdos de teor educativo em plataformas como o YouTube, por exemplo, algumas pessoas podem acabar desistindo de um curso para tentar estudar por conta própria.

Diante desse cenário, é fundamental estabelecer estratégias para evitar a evasão e a perda de alunos, fidelizando-os e mantendo sua satisfação em alta. Para ajudar você com este desafio, preparamos este artigo.

A seguir, descubra mais sobre a importância e como trabalhar uma estratégia de retenção de alunos em sua franquia. Acompanhe.

O que é a retenção de alunos?

A retenção de alunos consiste em uma série de ações, metodologias e técnicas trabalhadas com o propósito de manter o estudante ativo em seu curso e fidelizado à sua franquia. Ou seja, trata-se de um conjunto de práticas que ajudam a garantir que os alunos já captados mantenham interesse pelo curso e continuem frequentando-o até sua conclusão.

Ainda, caso sua franquia ofereça mais de uma opção de cursos, a retenção pode significar manter o aluno matriculado, mesmo após a finalização de um curso. Dependendo da metodologia de educação e, claro, do seu público-alvo, as práticas de retenção podem variar.

É importante lembrar, no entanto, que existem diferentes dimensões que influenciam a retenção do aluno. São elas:

  • Acadêmica: o aproveitamento do próprio aluno em relação às disciplinas trabalhadas. Abrange resultados em avaliações, frequência de participação, entre outros aspectos;
  • Financeira: refere-se à regularidade das matrículas e à gestão financeira da franquia. Taxas de inadimplência, bolsas, financiamentos, entre outros fatores que afetam a liquidez de seu negócio;
  • Comportamental: as impressões e percepções dos alunos e a forma como eles agem em sala de aula. Isso inclui também a maneira com que canais de relacionamento de sua franquia são gerenciados.

Qual é a importância em trabalhar a retenção de alunos na sua franquia?

Neste ponto, já é possível perceber, pelos aspectos trabalhados na retenção de alunos, que a sua importância está diretamente ligada à própria gestão de sua franquia, não é mesmo? Além do benefício fundamental em ajudar seu aluno a concluir o curso, um trabalho focado em retenção de alunos pode também:

Otimizar seus processos

Ações de captação e retenção de alunos, quando efetivas, podem melhorar o ciclo de seus processos. Isso garante um crescimento mais saudável para a sua franquia de ensino.

Diminuir custos em sua franquia

O custo de aquisição de novos alunos costuma ser alto. Ele abrange diversas ações e estratégias de marketing e vendas para captação e conversão de um interessado em aluno de sua franquia.

Dessa forma, ao estabelecer um eficiente plano de retenção de alunos, seu empreendimento também ganha ao diminuir os custos, podendo focar seus recursos de maneira mais estratégica.

Consolidar a credibilidade de sua unidade franqueada

A divulgação da qualidade dos cursos e dos serviços prestados pela franquia é muito mais poderosa e eficaz quando feita pelos próprios estudantes. Trabalhar a retenção de alunos é, também, contribuir para que sua unidade franqueada seja vista como focada na excelência e nos resultados dos estudantes.

Afinal, se eles fazem a matrícula e permanecem ativos, concluindo o curso, isso refletirá em uma imagem positiva para o seu negócio.

Como estabelecer estratégias para que sua franquia melhore a retenção de alunos?

É importante, primeiramente, ter em mente que a retenção de alunos não deve ser vista como uma ação pontual, mas como uma busca contínua e bem estruturada. Isso quer dizer que será preciso criar um plano abrangente e de longo prazo para manter seus níveis de fidelização sempre em alta. A seguir, conheça algumas ideias e boas práticas para isso.

1. Aja preventivamente

Não espere que os alunos comecem a cancelar contratos para tentar retê-los. Faça um mapeamento de eventuais gargalos e pontos críticos evitáveis que poderiam levar a desistências e crie maneiras de neutralizá-los.

Por exemplo, se você percebeu que os alunos estão comentando sobre problemas na infraestrutura da escola, avalie melhorias viáveis e visíveis que demonstrem comprometimento em corrigir isso e aprimorar a experiência dos estudantes.

2. Invista em um bom relacionamento com seu público

Outro fator que contribui para a retenção de alunos é manter uma comunicação clara, transparente e relevante com seu público. Mantê-lo sempre bem informado e engajado por meio de práticas que estimulem um bom relacionamento (como ter canais online de atendimento, realizar eventos na escola e outras) é vital.

Isso ajudará, inclusive, em momentos mais sensíveis dessa relação, como quando há ajustes na mensalidade ou valor do semestre, por exemplo.

3. Ofereça diferentes opções de pagamento

Problemas financeiros momentâneos podem levar à perda de um aluno que mantém interesse no curso ofertado em sua franquia.

Portanto, para evitar sua evasão, avalie como é possível disponibilizar métodos de pagamento mais flexíveis, como trabalhar com cartão de crédito, boleto, ampliar as possibilidades de parcelamento do curso, entre outras.

4. Busque maneiras de ajudar no sucesso do aluno

Acontece também de alguns estudantes acabarem desistindo de um curso por não estarem conseguindo acompanhar o restante da turma. Para buscar não apenas a retenção de alunos como também seu sucesso de aprendizado, pense em soluções que contribuam para otimizar os processos de ensino-aprendizagem.

Essas podem incluir oferecer conteúdos adicionais online, ter um monitor ou canal de comunicação direta com os professores para tirar dúvidas, oferecer a possibilidade de agendamento de aulas de reforço, etc.

5. Tente obter o feedback contínuo dos estudantes

A melhor forma de lidar com uma crise é evitá-la. Portanto, crie canais presenciais e online variados para que os alunos expressem suas sugestões, críticas e eventuais insatisfações.

Além disso, sempre busque conversar com aqueles que acabam desistindo do curso. Use a oportunidade tanto para avaliar se é possível reverter a decisão quanto para compreender suas razões e agir sobre elas para evitar que os mesmos motivos levem outros alunos a evadirem.

E então, pronto para criar um plano para melhorar os índices de retenção de alunos em sua franquia? Para continuar aprimorando sua gestão, confira também nossas dicas de como aumentar a lucratividade de seu negócio.

Homem negro, careca, vestindo um blazer escuro, sorrindo e com o logo da Wizard à frente

Preencha para receber mais detalhes sobre franquias Wizard



    Ver política de privacidade.

    (*)Campos obrigatórios

    Mais artigos do Blog Wizard

    Franquias

    Experiência para franquia de idiomas: o que é preciso saber

    25 de maio de 2022

    Será que é preciso ter experiência para franquia de idiomas? Tire todas as suas principais dúvidas sobre o tema!

     

    O que achou da postagem?

    0 Comentários

    Este website não coleta dados de menores de 12 anos.

    *Declaro ter mais de 12 anos.

    Ao enviar os dados acima, eu concordo em receber e-mails e mensagens através do WhatsApp da Wizard e outras marcas Pearson. Ver política de privacidade.


    (*)Campos obrigatórios

    0 Comentários

    Ao acessar nosso site, você concorda com a nossa utilização de cookies. Saiba mais em: https://www.wizard.com.br/politica-de-privacidade/