• Contraste
  • Texto
Ferramentas de Acessibilidade
Moça preta usando uma camiseta amarela está sentada de pernas cruzadas com um notebook no colo enquanto estuda os mitos e verdades sobre fluência em inglês

Por Redação Wizard
26 de agosto de 2022

10 mitos e verdades sobre fluência em inglês

Quer ter fluência em inglês de verdade, mas ainda tem aquelas dúvidas como isso é possível na prática? Bom, então você chegou ao lugar certo, pois preparamos este post exclusivo só para explorar aqueles mitos e verdades clássicos sobre esse tema e mostrar, de uma vez por todas, que dominar o idioma é só uma questão de metodologia e estudo. 

Tudo pronto para começar e ter o inglês na ponta da língua? Então, fica com a gente até o final do artigo, pois temos certeza que daqui você já sai como uma outra visão sobre como se tornar fluente. 

Bora lá? Então, boa leitura! 

Conheça 10 mitos e verdades sobre fluência em inglês 

Se você sempre se questionou como alcançar a fluência em inglês, se isso só é possível para algumas pessoas ou se o seu domínio só vai melhorar quando mudar de país, as questões abaixo podem trazer respostas bem interessantes. 

Confere aí! 

1. Fluência em inglês só morando fora 

Esse é o primeiro mito de nossa lista! Evidentemente que uma experiência internacional, como viagens ou intercâmbio, vai somar e muito no seu conhecimento, mas está longe de ser a única forma de se tornar fluente no inglês. 

Aliás, é até possível encontrar pessoas que nunca pisaram num avião e que mandam muito melhor do que outras que já viveram fora. O grande segredo está na metodologia de aprendizado! 

Afinal, em uma experiência lá fora, é possível que muita gente só domine a fala (speaking), mas nem sempre consiga escrever ou mesmo ler no idioma com perfeição. Já em um curso com metodologia, você trabalha todos esses aspectos. 

2. Fluência é uma questão de dom pessoal 

Outro mito clássico sobre a fluência em inglês! O que pode ocorrer é que algumas pessoas tenham mais facilidade de absorver as informações durante o aprendizado e até mesmo conhecimento de outras línguas, o que torna o processo mais rápido e prático para o cérebro. 

Só que isso não é um dom pessoal. Todo mundo, com disciplina e, mais uma vez, metodologia adequada é capaz de se tornar fluente em uma língua. 

3. Só se torna fluente a partir de uma metodologia 

A gente já até entregou a resposta nos tópicos anteriores! De fato, a fluência do inglês só é conquistada a partir de um conhecimento geral do idioma e isso só é possível a partir de uma metodologia de ensino completa e eficiente. 

Ou seja, a pessoa que fala bem e compreende tudo em uma conversa não necessariamente é fluente. Em especial, se ela não domina também a escrita e a leitura! 

4. Quem atinge a fluência não precisa mais estudar 

Nada disso! Todo aprendizado de idiomas deve ser contínuo e sempre haverá novidades e coisas novas a se agregar. 

Aliás, isso vale para tudo! Se pararmos para pensar, nem o português a gente domina por completo e sempre terá palavras, termos e verbos que nunca ouvimos na vida. Logo, estude para sempre! 

5. É possível ficar fluente em inglês em pouco tempo 

Esse não é nem mito e nem verdade sobre a fluência em inglês. O fato é que, como bem destacamos acima, o processo de aprendizado é algo variável e, portanto, depende de cada um. 

Há quem vá ter mais facilidade e, consequentemente, aprender muito mais rapidamente, assim como outros precisarão de mais tempo e mais prática para ter um domínio satisfatório. 

O segredo, então, é não ter pressa e fazer de seu tempo um processo de evolução a cada dia! 

6. Estudar diariamente é melhor que cursos intensivos 

Sem dúvidas! Essa é uma verdade absoluta sobre a fluência em inglês e que reforça aquela ideia já destacada acima de que o processo de aprendizado deve ser algo contínuo e constante. 

No caso dos intensivos, tal metodologia pode ajudar também a acelerar o processo, mas em geral, elas vão focar em conceitos básicos e mais úteis para determinadas ocasiões, como viagens, carreira, atendimento profissional, entre outros. 

7. Depois que se torna fluente em inglês não se tem mais dificuldades 

Esse é mais um mito sobre a fluência em inglês. Na prática, ser fluente é ter um domínio avançado sobre a língua em diferentes aspectos. Ou seja, é conseguir se comunicar, ler e escrever bem! 

No entanto, isso não significa que você sabe tudo ou que conhece o idioma por completo. Inclusive, pode haver, sim, momentos de dificuldades que vão demandar pesquisas, traduções e até reforços no estudo. Super normal! 

8. É mais difícil se tornar fluente em inglês quando se domina outros idiomas 

Se você já tem o domínio de outras línguas ou está em fase de aprendizado, não se preocupe em praticar seu inglês ao mesmo tempo. 

Na verdade, o nosso cérebro é totalmente capaz de “trabalhar” diferentes idiomas no mesmo momento e isso não atrapalha de forma alguma o processo de fluência. 

Aliás, muita gente tem até mais facilidade de aprender novos idiomas quando já se domina algum outro. Isso ocorre porque o cérebro já está “treinado” e capta melhor as informações aprendidas. 

9. Se não praticar, é possível perder a fluência 

Isso é possível, sim! Afinal, tudo gira em torno de nosso cérebro, que funciona como uma máquina coletando novas informações a todo tempo. 

E com o passar dos anos, a memória pode ir se desgastando e “jogando de lado” aquilo que não é mais cotidiano. Ou seja, se deixar de praticar, de falar, de ler e de ouvir, realmente algumas coisas podem ser esquecidas nessa jornada. 

Sendo assim, se quer preservar a fluência em inglês, não pare nunca nem desista no meio do caminho. 

10. O teste de proficiência pode comprovar minha fluência 

Por fim, essa é outra verdade que trata a sua fluência em inglês de forma mais técnica. Lembra que a gente destacou que só o fato de falar bem não significa, necessariamente, que a pessoa é fluente? 

Pois bem! É só a partir de um certificado de proficiência que se vai comprovar, por meio de testes práticos e de uma metodologia, se você domina ou não o idioma para poder ser considerado fluente. 

Enfim, essas são alguns mitos e verdades sobre a fluência em inglês e como é totalmente possível alcançar um domínio satisfatório do idioma sem precisar viajar, conhecer estrangeiros ou investir fortunas em métodos milagrosos. O segredo é: metodologia e estudo! 

E se você quer testar a sua fluência em inglês, a gente faz aqui para você. Acesse a página da Wizard e confira o resultado. 

Homem negro, careca, vestindo um blazer escuro, sorrindo e com o logo da Wizard à frente

Este website não coleta dados de menores de 12 anos.

(*)Campos obrigatórios
Blog

Mais artigos do Blog Wizard

Idiomas

Inglês no dia a dia: incorporando o idioma em sua rotina

22 de abril de 2024

É possível inserir o inglês no dia a dia: em casa, no trânsito, nas horas de lazer e nas escolas de idiomas. Vem descobrir como!

Idiomas

Como falar de matemática em inglês

12 de abril de 2024

Idiomas

7 maneiras de agradecer em inglês

05 de abril de 2024

 

O que achou da postagem?

0 Comentários

Este website não coleta dados de menores de 12 anos.

*Declaro ter mais de 12 anos.

Ao enviar os dados acima, eu concordo em receber e-mails e mensagens através do WhatsApp da Wizard e outras marcas Pearson. Ver política de privacidade.


(*)Campos obrigatórios

0 Comentários