• Contraste
  • Texto
Ferramentas de Acessibilidade
Homem olhando o celular no banco de trás de um automóvel

Por Redação Wizard
23 de fevereiro de 2017

WILL ou GOING TO: como usar ao falar inglês

Existem diversas maneiras de se expressar ao longo do tempo, tanto em português quanto em inglês. Uma forma bastante comum quando se fala do futuro é usar will e going to. Mas se eles podem ser usados para indicar algo que ainda vai acontecer, qual devemos usar então?

Não existe uma fórmula mágica e você dificilmente estará errado se usar uma expressão ao invés da outra. Entretanto, usar a correta faz com que as frases possam soar de uma forma melhor.

Quando usar going to

Use o going to quando quiser falar sobre planos fixos, já definidos, por exemplo:

  • I’m going to buy a new phone next month.Eu vou comprar um novo celular mês que vem.

  • I’m going to marry him in 2021.Eu vou casar com ele em 2021.

Quando a previsão feita tem um caráter de palpite baseado em alguns indícios, também opte pelo going to, por exemplo:

  • It’s going to be a bad year for the United States. Vai ser um péssimo ano para os Estados Unidos.

  • It’s probably going to be a boring weekend.Provavelmente este será um fim de semana tedioso.

Contração

É comum no inglês informal falado usar “gonna” ao invés de “going to”. Além de ser mais curto, é mais fácil de ser falado.

  • I’m gonna watch my favorite movie on Sunday.Eu vou assistir ao meu filme preferido no domingo.

Quando usar will

Em frases com expressões de incerteza, use will, por exemplo:

Probably;

I think;

Maybe;

I guess;

I expect.

  • I think you’ll get a cold.Eu acho que você vai pegar um resfriado.

  • Maybe I’ll go to Disneyland this year.Talvez eu vá para a Disneylândia esse ano.

Diferentemente das previsões com going to, o will se baseia em algo com mais evidência e respaldo. Por exemplo:

  • I’m sure you’ll like her.Tenho certeza que você vai gostar dela.

  • Our business’ finances are all messed up, we’ll go broke.As finanças da nossa empresa estão todas bagunçadas, nós vamos falir.

Quando se toma uma decisão rapidamente, é normal usar will para se expressar. Por exemplo:

  • You dropped your wallet. No worries, I’ll get it. – Você derrubou sua carteira. Não se preocupe, eu pego.

  • Hey, let me check something here. I’ll call you later.Ei, me deixe checar algo aqui. Eu te ligo mais tarde.

Conclusão

Esse é um exemplo de situação que regras não são tão preto no branco. É normal ficar com dúvida no uso e a melhor maneira de assimilar algo assim é praticando.

E aí, gostou das dicas? Deixe nos comentários o que mais gostaria de saber sobre gramática em inglês!

Se você quer ir mais longe e romper barreiras, aceite o desafio de aprender inglês com a Wizard! Cadastre-se no site e ganhe 20% de desconto na matrícula. Não perca essa chance!

Confira + dicas de inglês na Wizard:

Tags:

inglês

Homem negro, careca, vestindo um blazer escuro, sorrindo e com o logo da Wizard à frente

Este website não coleta dados de menores de 12 anos.

(*)Campos obrigatórios
Blog

Mais artigos do Blog Wizard

Idiomas

Any, some, no e every: entenda as diferenças em inglês

24 de junho de 2024

Any, some, no e every: entenda as diferenças em inglês

 

O que achou da postagem?

3 Comentários

Este website não coleta dados de menores de 12 anos.

*Declaro ter mais de 12 anos.

Ao enviar os dados acima, eu concordo em receber e-mails e mensagens através do WhatsApp da Wizard e outras marcas Pearson. Ver política de privacidade.


(*)Campos obrigatórios

3 Comentários

  1. david:
    27 de abril de 2020 às 09:08

    how can i even undestand if the site is in other language

  2. Julia:
    16 de janeiro de 2020 às 13:04

    Há um erro :/
    Se “probably” é usado para will, como vocês mesmos disseram.. então por que escreveram “It’s probably going to be a boring weekend”??????

    • Redação Wizard:
      21 de fevereiro de 2020 às 11:33

      Olá Julia, tudo bem?

      Não está errado. Na realidade, nesses casos, will é utilizado em frases com expressões de incerteza, geralmente com os exemplos que citamos. Mas isso não quer dizer que going to não pode ser utilizado junto com as mesmas expressões.