• Contraste
  • Texto
um homem segue com um dedo um gráfico que mostra uma baixa no mercado de franquias no Brasil na época do covid e uma alta em 2022

Por Redação Wizard
20 de julho de 2022

Conheça dados e projeções sobre o desempenho das franquias no Brasil, que se recuperam da pandemia e oferecem perspectivas de crescimento

Apesar da recente crise econômica no país, 2021 foi um ano de crescimento para o mercado de franquias no Brasil. Esse foi o resultado do estudo realizado pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) sobre o desempenho do setor no ano passado, diante dos desafios únicos trazidos pela pandemia.  

Afinal, este foi um período de muitas incertezas, não apenas no Brasil, como na economia em todo o mundo. No entanto, setores historicamente fortes e resilientes, como o de franquias, conseguiram se manter e apresentar uma reação mais ágil e significativa.  

Conforme essa pesquisa e outras avaliações de especialistas, esse é um mercado que vem demonstrando uma recuperação expressiva e já dá sinais de um futuro ainda melhor para o empreendedor que investe em franquias no Brasil.  

E esse é o sinal que muitos esperavam para expandir os seus negócios ou entrar para o mercado de franchising, um dos que obteve melhor resultado no último ano.  

Continue a leitura e confira, a seguir, alguns dos dados recentes do setor e as perspectivas para 2022. Saiba mais sobre a performance do franchising no país e descubra sobre as suas oportunidades para empreendedores e investidores.  

Franquias no Brasil: crescimento de 10,7% marca o ano de 2021 no setor  

De acordo com a referida pesquisa da ABF, as franquias no Brasil superaram as perdas de 2020, primeiro ano de pandemia, e a média de crescimento de faturamento dos 11 segmentos foi de 10,7% em 2021, chegando a R$ 185,068 bilhões. Um número bem próximo do resultado de 2019, que foi de R$ 186,755 bilhões.  

Ainda conforme a entidade, também houve um aumento no número de unidades, redes de franquias e na contratação de funcionários.  

Esse resultado foi o reflexo da flexibilização e da suspensão das medidas restritivas de convívio social, que contribuíram para a retomada do comércio e de muitos serviços. A própria mudança nos hábitos dos consumidores também fomentou os melhores resultados de alguns segmentos — tais como o da construção civil, da saúde, educação e beleza.  

Outro fator importante para o crescimento no período foi o maior investimento na digitalização das operações, o que torna os processos das franquias no Brasil mais eficientes. Além disso, a participação em multicanais e a entrada de novos modelos de negócio também contribuíram para os resultados serem tão positivos.  

Setores de franquias no Brasil que mais cresceram, conforme a ABF  

Seguindo o resultado do ano anterior, entre os principais destaques de crescimento de 2021 no mercado de franquias estão Casa e Construção, com alta de 19,3%, e Saúde, Beleza e Bem-estar, com crescimento de 10,5%.  

O momento de isolamento social e, consequentemente, o maior tempo dentro de casa, foi um dos fatores de impulsionamento para o crescimento de muitas dessas franquias no Brasil.  

Além disso, o segmento de Saúde foi expandido pela própria relação com a pandemia, em especial as áreas de clínica médica e de farmácias, mas o aumento da busca por bem-estar e por procedimentos estéticos também foi relevante para os resultados positivos.  

Ademais, os segmentos de Entretenimento e Lazer (21,2%) e o de Hotelaria e Turismo (19%) foram os com maior crescimento, embora esse tenha acontecido de maneira tardia, principalmente nos últimos meses de 2021.  

Há, ainda, outro destaque importante: o segmento de Serviços e Outros Negócios, que teve alta de 11,1%.  

Fazem parte dele as franquias de educação, que permaneceram em alta mesmo durante a pandemia, como aliadas para que a população pudesse continuar aprendendo no modelo remoto ou híbrido e, ainda, como solução para adquirir habilidades e atuar no mercado de trabalho em transição.  

Projeções positivas: franquias no Brasil estão ganhando escala e capilaridade  

Seguindo a análise feita pela ABF, registrou-se um crescimento de 9,1% em 2021 no total de unidades de franquia no país, quando comparamos com dados de 2020, e de 6,2% na comparação com o ano de 2019.  

Além disso, a mortalidade desses negócios voltou a ter números bastante semelhantes aos do período pré-pandemia, mantendo-se em 5,5%.  

A pesquisa da ABF também mostrou um aumento de 1% na média de unidades de franquias em 2021. Esses dados confirmam que o mercado está ganhando escala e capilaridade e ilustram como a recuperação é confiável e impulsiona ainda mais as boas oportunidades do mercado de franquias no Brasil.  

De fato, a Associação Brasileira de Franchising projeta que o setor continuará crescendo em 2022. A estimativa feita pela entidade é que haja um aumento de 9% no faturamento, de 2% das redes, de 5% nas unidades e, ainda, de 5% no número de empregos diretos gerados pelo franchising no país neste período.  

E, em um levantamento recente da ABF, as projeções positivas já começam a ser comprovadas na prática. De acordo com tais dados, no primeiro trimestre de 2022, o setor de franchising obteve alta de 8,8% em um comparativo com o mesmo período de 2021.  

Com todos esses números e projeções positivas, o mercado de franquias no Brasil está atento para a chegada de novas oportunidades e para os diferentes modelos de negócio, que podem ampliar ainda mais o crescimento esperado.  

E tudo isso faz com que o investimento em franquias torne-se ainda mais promissor, tanto para quem já é empresário e quer escalar a sua lucratividade e participação de mercado quanto para quem sempre quis empreender e estava em busca de uma oportunidade de baixo risco e com boas perspectivas de rentabilidade.  

Justamente por proporcionar um modelo de negócio já testado e aprovado pelo público, oferecer uma marca forte e reconhecida, produtos e serviços já adaptados à demanda do mercado e um repasse de know-how, as franquias no Brasil oferecem excelentes oportunidades, especialmente neste momento de recuperação gradual da economia, do poder de compra da população e de busca pelo atendimento de uma demanda que encontrava-se reprimida com o cenário de pandemia.  

Ficou interessado nessas oportunidades e quer entender mais sobre o modelo de negócios das franquias no Brasil? Então leia também nosso artigo com tudo sobre os tipos de franquia e como eles funcionam

Preencha para receber mais detalhes sobre franquias Wizard

Mais artigos do Blog Wizard

Franquias

Franquia de idiomas x escola própria: qual é melhor?

03 de agosto de 2022

Compreenda quais são os diferenciais e os benefícios de abrir uma franquia de idiomas ou uma escola própria.

 

O que achou da postagem?

0 Comentários

Este website não coleta dados de menores de 12 anos.

*Declaro ter mais de 12 anos.

Ao enviar os dados acima, eu concordo em receber e-mails e mensagens através do WhatsApp da Wizard e outras marcas Pearson. Ver política de privacidade.


(*)Campos obrigatórios

0 Comentários

Ao acessar nosso site, você concorda com a nossa utilização de cookies. Saiba mais em: https://www.wizard.com.br/politica-de-privacidade/