• Contraste
  • Texto
homem avalia que tipo de franquia investir

Por Redação Wizard
23 de março de 2022

Há diferentes tipos de franquia à disposição no mercado. No entanto, é preciso conhecê-los para tomar a decisão mais acertada na hora de investir.

Quando se fala de franquias, há um universo de possibilidades, com diferentes modelos de negócio à disposição de quem deseja empreender. Por isso, antes de escolher um deles, é fundamental entender bem os tipos de franquia para descobrir qual atende, de forma ideal, aos seus propósitos. 

Além disso, ao se inteirar sobre os tipos de franquia, é mais fácil encontrar o formato adequado às suas necessidades e expectativas. Principalmente, do ponto de vista financeiro e estrutural. Uma mesma franquia pode contar com diferentes formas de atuação e de expansão. 

Ter total clareza sobre as características dos diversos tipos de franquia facilita o momento da decisão. E propicia maiores chances de sucesso para o seu negócio. Fique atento e… 

Conheça os tipos de franquia 

1. Franquia unitária 

O franqueado pode abrir apenas uma unidade, mas tem exclusividade de atuação no local determinado pelo franqueador. Um exemplo é uma loja ou quiosque em um centro comercial. 

Porém, pode-se adquirir mais de uma franquia unitária ao mesmo tempo. Esse movimento depende da capacidade financeira, desempenho alcançado e plano de expansão. 

2. Franquia Master 

Este tipo de franquia é bastante usado quando há interesse em internacionalizá-la, com planos de expansão para países de grandes dimensões geográficas, como o Brasil. O Master Franqueado assina um contrato que lhe dá o direito de implantar ou terceirizar outras unidades franqueadas em uma determinada região. 

Desta forma, o franqueado receberá parte do valor da taxa de franquia e dos royalties cobrados dos franqueados. Mas atenção: o Master Franqueado fica responsável pelo treinamento e por todo o suporte aos franqueados. 

3. Franquia de desenvolvimento de área 

Nesse modelo, há concessão de direito à exploração de uma determinada região, na qual o franqueado poderá abrir mais de uma unidade em um determinado espaço de tempo. Aqui é assinado um contrato para o desenvolvimento da área e para cada unidade que o franqueado, por ventura, abrir. 

Nesse tipo de franquia, o desenvolvedor de área também tem a possibilidade de negociar unidades em sua região. Se fizer isso, recebe parte do valor cobrado, o equivalente à taxa de franquia e royalties. Todos os contratos são assinados pelo franqueador. 

4. Microfranquia 

De acordo com os especialistas, esse tipo de franquia é o que mais cresce. Tudo porque o custo do investimento inicial é relativamente baixo. As microfranquias têm, em média, investimentos inferiores a R$ 86 mil. Para se ter uma ideia, é possível encontrar microfranquias a partir de R$ 22 mil. 

Uma das principais vantagens desse tipo de negócio é justamente o retorno rápido do investimento. O modelo também permite que o franqueado inclua a gestão da franquia na sua rotina, sem grandes atropelos. 

Afinal, há modelos em que o franqueado pode trabalhar de casa, o home office. É mais simples e lucrativo. E, geralmente, as atividades são tocadas pelo próprio franqueado, sem a exigência de uma loja física, por exemplo. Isso faz com que ele não tenha que se preocupar com aluguel de um espaço físico ou contratação de funcionários. 

5. Shop in shop 

Também denominada “Business in”, a franquia shop in shop credencia o franqueador a instalar um quiosque dentro de um estabelecimento. Assim, é possível comercializar produtos complementares aos que já são vendidos na loja. 

Dois exemplos: o primeiro é uma minifranquia de pizzaria que funciona dentro de um supermercado. O outro é um espaço que vende doces e guloseimas dentro de uma loja de brinquedos. 

A ideia é oferecer ao consumidor dos dois produtos a comodidade de encontrar o que deseja em um só espaço. Sem dúvida, uma ótima possibilidade de venda para ambos os negócios. 

6. Franquia de conversão 

Como o nome já indica, o empreendedor transforma um negócio que já existe no mercado, gerido por ele no dia a dia, em uma franquia. O principal benefício deste tipo de modelo é o fato de o franqueador usufruir dos atributos que uma empresa madura. Ou seja, atuar com padronização de produtos ou serviços, poder de escala da operação e reputação da marca. 

Além disso, pode se apropriar de resultados de pesquisas de mercado já realizadas. Um exemplo interessante é uma lavanderia. Ao convertê-la em franquia, ele potencializa os resultados. E minimiza os impactos advindos da concorrência. 

7. Franquia combinada 

Abre a possibilidade para que o dono da empresa utilize um só ponto comercial para o estabelecimento de marcas diferentes. No entanto, as condições para que isso ocorra varia de franqueador para franqueador. 

Importante avaliar se esse modelo condiz com a estratégia do negócio como um todo. Como no modelo “shop in shop”, diferentes marcas ficam lado a lado, no mesmo local. Um exemplo já testado que funciona diz respeito a uma loja que comercializa equipamentos para a prática de esportes. 

No espaço, pode-se ter várias franquias diferentes que comercializem itens para cada modalidade esportiva. Como a shop in shop, o empreendedor tem a vantagem competitiva de trazer mais clientes para sua loja e reduzir a sazonalidade, bem como diminuir custos. 

8. Franquia social 

Em se tratando do mundo dos negócios, parece estranho, mas o ponto principal da franquia social é não ter como objetivo a busca pelo lucro. Contudo, em que contexto é usado esse tipo de franquia? É usado justamente para distribuir serviços sociais sem querer obter lucro com esta iniciativa. 

Portanto, trata-se de uma maneira de utilizar técnicas e procedimentos de uma franquia convencional para potencializar o crescimento e replicar seu modelo social para outras regiões da cidade ou do país. 

Por isso, a grande diferença entre a franquia social e os demais tipos de franquia é que seu foco sempre é a sustentabilidade e o crescimento do projeto em questão. Nem o franqueador e nem o franqueado vão utilizar esse tipo de franquia para ganhar dinheiro. 

Afinidade com o segmento conta pontos 

Para definir em quais tipos de franquia investir, o primeiro passo é saber em que área se deseja atuar, conforme afinidade com o segmento ou até experiências anteriores. Outro aspecto crucial é sobre a expectativa de remuneração. Há muitas franquias promissoras, mas umas remuneram mais, outras menos, de acordo até com o montante investido. 

Agora que você já conhece os vários tipos de franquia, obtenha mais informações preciosas sobre como abrir uma franquia. 

Homem negro, careca, vestindo um blazer escuro, sorrindo e com o logo da Wizard à frente

Preencha para receber mais detalhes sobre franquias Wizard



    Ver política de privacidade.

    (*)Campos obrigatórios

    Mais artigos do Blog Wizard

    Franquias

    Experiência para franquia de idiomas: o que é preciso saber

    25 de maio de 2022

    Será que é preciso ter experiência para franquia de idiomas? Tire todas as suas principais dúvidas sobre o tema!

     

    O que achou da postagem?

    0 Comentários

    Este website não coleta dados de menores de 12 anos.

    *Declaro ter mais de 12 anos.

    Ao enviar os dados acima, eu concordo em receber e-mails e mensagens através do WhatsApp da Wizard e outras marcas Pearson. Ver política de privacidade.


    (*)Campos obrigatórios

    0 Comentários

    Ao acessar nosso site, você concorda com a nossa utilização de cookies. Saiba mais em: https://www.wizard.com.br/politica-de-privacidade/